O QUE APRENDER COM A MOANA SOBRE AUTOESTIMA E EMPREENDEDORISMO?

Hoje compartilho com você leitor uma reflexão sobre o Filme MOANA.

Assisti o filme com minha família, trouxe o filme para meu mundo adulto e aloquei em minha historia de autoestima e empreendedorismo.

Estamos passando por um momento de dificuldade e estabilidade econômica, assim como a MOANA em sua ilha, no entanto ela sabia para o que tinha nascido e o que tinha que feito, por diversas vezes foi impedida de ser quem era por medos que nao eram seus, sua ilha permanecia em crise e em breve o caos se instalaria causando a morte de todos

Quantas vezes você não foi impedido do fazer o que nasceu pra fazer?

Corajosamente e contrariando seus pais, resolveu que o melhor a ser feito era fugir e seguir em frente, mesmo sentindo medo do que poderia enfrentar a partir daquela decisão, se sentia empoderada para fazer o que devia ser feito, encontrar o semi deus MAUI e seu machado,  enfrentou o mar tenebroso, duvidou de seus talentos e de sua capacidade, se rebelou contra o oceano e questionou muitas vezes sua autoestima em meio as dificuldades.

Quem nunca duvidou de suas decisões e talentos em tempo de turbulência?

Encontrou o valentão egocêntrico que acreditava em seu machado, sofreu dele desconfiança e chacota, no entanto, permaneceu firme em seus propósitos e convicções porque sabia quem era e o que precisava fazer, isso me fez lembrar de uma frase.

Elimine as interferências externas, volte-se pra dentro, porque só você sabe o que dever ser feito

                                                                        Autor| Bernardinho técnico da seleção brasileira vólei.

Sera que você tem olhado pra dentro e tem feito o que deve ser feito, ou as interferências tem de distraído?

Os medos eram dele e não dela, por varias vezes ele duvidou do que ela era capaz de fazer, ela o surpreendeu uma, duas e outras tantas vezes, ela tinha clareza de seus objetivos e talentos.

Você tem clareza de seus objetivos e talentos?

Viajaram em busca do machado do valentao, se depararam com outro obstaculo, e mais uma vez ele duvidou, e de novo ela o surpreendeu, não foi o machado que os tirou de la, foi a capacidade dela de utilizar os recurso que o ambiente dispunha , ” uma aula de empreendedorismo”, aproveitou as oportunidades do ambiente.

O valentão a respeitou, ensinou o que ela precisava saber para ser melhor, porque o maior desafio ainda estava por vir.

Se depararam com o gigante que os queria destruir, utilizaram todos os talentos, não foi suficiente, o machado foi quebrado e parte do poder do valentão se foi, confuso e duvidando de si mesmo, ele decidiu não continuar, duvidou de sua capacidade e colocara toda sua confiança em seu machado, ou seja não sabia quem era e seu poder. 

Quais os recursos que estão ao ser dispor? Pense...

Abandonada e triste MOANA também duvidou de sua capacidade, esqueceu de tudo que tinha feito e conquistado ate ali, resolveu abandonar tudo, no entanto era mais forte que ela, o proposito, não tratava-se de vencer, tratava-se de curar o mundo, tratava-se de entregar dignidade ao seu povo, tratava-se de libertação, não era sobre ela e sim sobre quem e porque.

Porque você faz e pra quem?

Moana juntou sua energia, lembrou quem era, seu porque, foi fazer o que tinha que ser feito, Maui voltou determinado e encorajado, desfizeram o mal e salvaram o mundo.

Moral da Historia

Você esta passando por um momento difícil, isso não te define, você precisa erguer a cabeça, se sentir capaz e aprender com os melhores, você não e obrigado saber de tudo.

Revisite sua essência e veja o lado bom das coisas, valorize-se e não perca a fê em você e na vida,  insista e ate fracasse se precisar, mas não DESISTA. Ok?

Acredite você e mais forte do pensa, volte-se pra dentro, só você sabe o que deve ser feito, mais ninguém, os medos dos outros não pode ser o seus, tenha clareza e deixa que a vida flua, intuitivamente vai saber como agir.

Foi um prazer ver você por aqui, visite nossas redes sociais e saiba mais sobre nos.

Aguardamos seu comentário e opinião sobre o texto e nosso site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.